Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Vasco sai na frente, mas goleiro falha no fim e empata com Icasa

Juazeiro do Norte (CE)

Uma falha do goleiro Martín Silva impediu que o Vasco conseguisse a vitória diante do Icasa, em partida disputada na noite desta sexta-feira, em Juazeiro do Norte. O time carioca vencia por 1 a 0, gol de Rodrigo,mas sofreu o gol do empate aos 44 minutos,quando após confusão na área, Felipe Klein chutou rasteiro e Martín Silva não conseguiu fazer a defesa.

O resultado fez o Vasco chegar aos 32 pontos ganhos, continuar na segunda posição e desperdiçar a chance de alcançar a liderança do Campeonato Brasileiro da série B. Com o ponto conquistado, o Icasa agora soma 19 pontos,na 16ª colocação. O resultado premiou o esforço da equipe cearense que se aproveitou do recuo do Vasco para conseguir escapar da derrota que parecia certa. O meia uruguaio Maxi Rodríguez fez uma boa estreia, mas cansou no final.

Na próxima rodada, o Icasa vai visitar o Boa Esporte, em Varginha. O Vasco vai receber o Avaí,em São Januário.

O jogo - A partida começou movimentada. Logo aos dois minutos, o atacante Henry Kanu se aproveitou da indecisão de Rodrigo para roubar a bola, invadir e chutar com perigo,mas a bola saiu. A resposta do Vasco veio dois minutos depois. Montoya fez lançamento para Jhon Cley que cabeceou no canto, mas o goleiro Édson salvou, espalmando para escanteio. No lance seguinte foi a vez de Kleber acertar a trave do Icasa ao escorar um lançamento da direita.

As duas equipes jogavam de forma aberta, procurando o gol e os lances de emoção iam se sucedendo. Aos nove minutos, Zé Carlos levantou na área e Jonatan Lima cabeceou no travessão defendido por Edson.

O Vasco não se abalou e acabou criando outra boa chance aos 13 minutos, quando o estreante Maxi Rodríguez se livrou da marcação,entrou na área, mas seu chute foi defendido parcialmente por Edson. No rebote, Kleber bateu para fora, desperdiçando uma boa oportunidade.

Aos 15 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Maxi Rodríguez cobrou escanteio e o zagueiro Rodrigo se antecipou à marcação e cabeceou para colocar a bola nas redes. Os dois times cometiam muitas faltas e antes dos 20 minutos, cinco jogadores já haviam sido advertidos com o cartão amarelo.

No Vasco, o meia uruguaio Maxi Rodríguez fazia uma boa estreia,dando velocidade ao jogo com bons passes. Aos 27 minutos, Maxi tabelou com Montoya e lançou Kleber que foi desarmado na hora de concluir.

O Icasa apostava na velocidade de Henry Kanu que tentava jogar nos espaços abertos pelas avançadas de Marlon.

Aos 32 minutos, o time cearense chegou com perigo em chute forte de Foguinho que Martín Silva espalmou para escanteio,salvando a equipe carioca.

A equipe dirigida por Adilson Batista reduziu o ritmo, mas o Icasa não conseguia romper o bloqueio defensivo e arriscava chutes de longa distância,como aconteceu aos 42 minutos, quando o lateral-direito Ivonaldo arriscou e mandou para fora.

O Vasco voltou agressivo para o segundo tempo e, em dois minutos, criou duas boas jogadas de ataque, desperdiçadas por Kleber e Carlos Cesar. Aos três minutos, Naylhor usou a mão para cortar um lançamento na entrada da área do Icasa. Maxi Rodríguez bateu a falta,mas a bola encobriu o travessão.

Maxi Rodríguez continuava se destacando. Aos oito minutos, ele tocou de calcanhar para Kleber, mas o atacante chutou fraco e o goleiro Edson defendeu sem problemas. Na jogada seguinte, o meia uruguaio driblou o zagueiro Gilberto e chutou cruzado,mas a bola subiu demais.

O técnico Leandro Sena tentou mudar o panorama da partida e trocou o meia Foguinho pelo atacante Felipe Klein.

A equipe cearense apareceu pela primeira vez no ataque, aos 14 minutos, quando o zagueiro Naylhor escorou um escanteio,de cabeça, com grande perigo. Três minutos depois, Rodrigo não percebeu a entrada de Felipe Klein pelas suas costas, mas o goleiro Martín Silva saiu com precisão e acabou com o perigo.

A pressão do Icasa fez Adilson Batista trocar o meia Jhon Cley pelo zagueiro Luan que passou a atuar na proteção aos zagueiros, ao lado de Guiñazu e Fabrício.

O Vasco já não conseguia mais atacar e o Icasa tentava apertar o certo para buscar o gol do empate.Aos 29 minutos, o goleiro Marín Silva voltou a aparecer bem ao espalmar um chute forte de Ivonaldo, da entrada da área.

Preocupado com a pressão do Icasa, o técnico Adilson Batista colocou o volante paraguaio Aranda na vaga de Fabrício, pendurado com dois cartões amarelos e sendo muito exigido pelo ataque cearense.

Muito cansado, Maxi Rodríguez não conseguia mais repetir as jogadas do primeiro tempo e o Vasco recuou para defender a vantagem, enquanto o Icasa partia de forma desesperada para buscar o gol do empate, o que acabou conseguindo aos 44 minutos quando, após confusão na área, Felipe Klein chutou rasteiro e o goleiro Martín Silva não conseguiu impedir que a bola entrasse, para frustração da torcida vascaína.